Ir direto para menu de acessibilidade.
Portal do Governo Brasileiro
Você está aqui: Página inicial -> Serviço de Comunicação Social -> Notícias -> DNOCS adota nova postura de modernização, apesar da pandemia
Início do conteúdo da página

DNOCS adota nova postura de modernização, apesar da pandemia

Publicado por: Flaviana Silva Oliveira | Publicado: Segunda, 18 de Maio de 2020, 08h43 | Modificado por: | Última atualização em Segunda, 18 de Maio de 2020, 08h43 | Acessos: 336

prédio copy copy.

O Departamento Nacional de Obras Contra as Secas (DNOCS) teve seu quadro de servidores reduzido em 42 por cento nos últimos cinco anos. São 6.910 beneficiários com pensão. Em 2019 foram aposentados 279 servidores e de janeiro a março deste ano já somam 38 aposentadorias. A Autarquia fechou a folha de abril de 2020 com 899 servidores em atividades.

Mesmo diante de um cenário de perdas sistemáticas do seu efetivo, a Autarquia vem se mobilizando com vistas à otimização de processos e acompanhando de perto a execução de suas ações.

Foi concretizado um novo pedido de concurso por meio de processo no SEI e remetido ao Ministério do Desenvolvimento Regional, porém diante da pandemia, foi sustado seu andamento. Outra linha de ação coincide em buscar junto às prefeituras e estados, cessão de servidores com perfis adequados para recomposição parcial da força de trabalho.

Apesar de todos os óbices, o DNOCS vem tomando atitudes proativas, através de ação de governança, compliance, gerenciamento de riscos, monitoramento de ações por meio do Centro de Coordenação e Controle, criado na Diretoria Administrativa, buscando acompanhar de perto todos os seus processos e propiciar ao gestor informações que facilitem a tomada de decisões no menor tempo possível.

Aliado a toda essas ações, há uma proposta de revisão de seus regramentos jurídicos e legais, tais como: regimento interno. Por meio de adoção de nova postura de modernização, com novas metodologias e fortalecimento de controles interno e auditoria, busca-se otimizar seus resultados para agregar valor à população nordestina.

 

 

Fim do conteúdo da página