Ir direto para menu de acessibilidade.
Portal do Governo Brasileiro
Você está aqui: Página inicial -> Serviço de Comunicação Social -> Notícias -> Angelo Guerra participa de Seminário sobre a Transposição e Revitalização do Rio São Francisco
Início do conteúdo da página

Angelo Guerra participa de Seminário sobre a Transposição e Revitalização do Rio São Francisco

Publicado por: Simone Nunes Cavalcante | Publicado: Segunda, 16 de Abril de 2018, 16h31 | Modificado por: Simone Nunes Cavalcante | Última atualização em Quarta, 18 de Abril de 2018, 15h44 | Acessos: 1952

assembleia

Deputados que compõem a Comissão Externa Sobre a Transposição do São Francisco, da Câmara Federal, vão visitar o canteiro de obras de construção dos canais e túnel do eixo norte da obra. A decisão foi adotada durante seminário para debater a transposição e revitalização do rio, realizada na Assembleia Legislativa do Ceará em parceria com a da Comissão Especial de Transposição do São Francisco do Legislativo Estadual, presidida pelo deputado Carlos Matos.

O deputado Raimundo Gomes de Matos, presidente do colegiado federal, explicou que é trabalho da comissão descontingenciar os recursos para a conclusão da obra junto ao Governo Federal. “Nós também vamos alertar os prefeitos sobre as obras complementares, que assegurarão a qualidade e a disponibilidade da água nos municípios. Se as medidas não forem adotadas, a população estará sujeita a ver a água passando pelos canais e não ter abastecimento nas casas”, advertiu.

A representante do Ministério da Integração Nacional ,Elianeiva Odísio, explicou que é compromisso da pasta federal que a obra seja concluída até setembro próximo. “Não vai faltar interesse nem dedicação de nossa parte. Porém, sabemos que a construtora responsável pelo túnel de Milagres, que faltam 90 metros para a conclusão, e a estação elevatória de Jati estão passando por problemas de gestão”.

O diretor Geral do DNOCS, Angelo Guerra, colocou o Departamento Nacional de Obras Contra as Secas a disposição do Projeto de Integração do Rio São Francisco (PISF). “O Departamento tem expertise no assunto. Todas as barragens estão sendo recuperadas”, frisou. E citou a barragem Lima Campos, no estado do Ceará como prioridade.

O deputado estadual Carlos Matos externou preocupação com a expiração da outorga na água, se não for definido como se dará a gestão dos recursos hídricos até dezembro. Raimundo Gomes de Matos avisou que o assunto será tratado na próxima reunião da comissão, em Brasília.

Também participaram do seminário os deputados federais Gonzaga Patriota (PSB/PE), Rachel Muniz (PSD/MG) e Domingos Neto (PSD/CE), além de representantes da Federação das Indústrias do Estado do Ceará (Fiec), com Rodrigo Diógenes; e da Companhia de Desenvolvimento dos Vales do São Francisco e do Parnaíba (Codevasf), com a presença de Luís Oliveira.

PISF

O Projeto de Integração do Rio São Francisco (PISF) é a maior obra de infraestrutura hídrica do País, dentro da Política Nacional de Recursos Hídricos. Com 477 quilômetros de extensão em dois eixos (Leste e Norte), o empreendimento vai garantir a segurança hídrica de 12 milhões de pessoas em 390 municípios nos estados de Pernambuco, Ceará, Rio Grande do Norte e Paraíba, onde a estiagem é frequente.
O empreendimento engloba a construção de 13 aquedutos, nove estações de bombeamento, 27 reservatórios, nove subestações de 230 quilowats, 270 quilômetros de linhas de transmissão em alta tensão e quatro túneis. Com 15 quilômetros de extensão, o túnel Cuncas I é o maior da América Latina para transporte de água.

 

assembleia1assembleia2transposição3

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Fim do conteúdo da página