Ir direto para menu de acessibilidade.
Portal do Governo Brasileiro
Você está aqui: Página inicial -> Comissão de Ética -> Serviço de Comunicação Social -> Editoria de Notícias Externas -> DNOCS integra Programa Água Doce
Início do conteúdo da página

DNOCS integra Programa Água Doce

Publicado: Quinta, 22 de Setembro de 2005, 07h19 | Modificado por: | Última atualização em Quinta, 22 de Setembro de 2005, 07h19 | Acessos: 1240
O DNOCS está integrando o Programa Água Doce que é um conjunto de ações do
Governo Federal, coordenado pela Secretaria de Recursos Hídricos do Ministério
do Meio Ambiente (MMA) em parceria com órgãos federais, estaduais e
municipais. O principal objetivo do Programa é aumentar a oferta e
democratizar o acesso à água de qualidade para o consumo humano, a partir do
aproveitamento de águas subterrâneas salobras e salinas.

Embora seja de âmbito nacional, o Programa Água Doce prioriza o semi-árido e
as comunidades com menor Índice de Desenvolvimento Humano (IDH). Já foram
cadastrados 1.500 equipamentos de dessalinização e estão sendo implantados 500
novos, visando tornar a água potável e os concentrados e rejeitos aproveitados
para produção de pescado (tilápia) e alimentação de ovinos e caprinos através
da irrigação de plantas alófitas, como a erva-sal, que é originária da
Austrália, mas foi introduzida no Nordeste na década de 30 do século passado
pela IFOCS, que hoje é o DNOCS. Os planos de ação são elaborados pelos 8
núcleos estaduais já instalados nos estados nordestinos. Para breve estão
previstas as instalações dos núcleos do Maranhão, Espírito Santo e Minas
Gerais.

O Programa já cadastrou 100.000 poços e os estudos mostraram que 60% deles têm
problemas de salinidade. Desses, 20.000 estão sendo colocados em uso. O
Diretor-Geral do DNOCS, Eudoro Santana, destacou a participação do
Departamento nesse amplo programa, já que a instituição é responsável pela
instalação de mais de 27.000 poços no semi-árido e inúmeros dessalinizadores.
Muitos poços do Departamento estão sendo recuperados e postos em funcionamento
pelo Programa Água Doce, principalmente em localidades difusas, onde o acesso
à água de qualidade é pràticamente impossível.
Fim do conteúdo da página