Ir direto para menu de acessibilidade.
Portal do Governo Brasileiro
Você está aqui: Página inicial -> Auditorias -> Serviço de Comunicação Social -> Notícias Externas -> Mensagem do Dr. Márcio Lacerda
Início do conteúdo da página

Mensagem do Dr. Márcio Lacerda

Publicado: Quinta, 25 de Agosto de 2005, 11h43 | Modificado por: | Última atualização em Quinta, 25 de Agosto de 2005, 11h43 | Acessos: 1450
Brasília, 09 de agosto de 2005

Aos Colegas do MI, CODEVASF, DNOCS, ADA e ADENE


Dirijo-me a vocês, em despedida, com a dignidade que coloquei
sempre, e continuarei colocando, como cidadão, a serviço do país, em
qualquer outro espaço que venha a escolher para a minha caminhada.

O turbilhão de denúncias que atinge o cenário nacional está gerando
muito sofrimento, mas terá um efeito final saneador, do qual a geração
dos nossos filhos e netos seguramente se beneficiará.

Quando me dediquei, como voluntário, à campanha do Ministro Ciro
Gomes à Presidência, e posteriormente aceitei o convite para compor
sua equipe no Ministério, como Secretário-Executivo, fui, mais uma vez
em minha vida, movido pelo ideal de dar minha contribuição à
construção de um país melhor.

Infelizmente, ideais nobres estão sendo injustamente prejudicados
dentro do jogo de interesses existente neste momento.

Fui atingido em minha honra e integridade, e é minha obrigação explicar
os fatos. Fui o intermediário de uma cobrança de serviços no segundo
turno das eleições de 2002, apresentando o proprietário da agência de
publicidade Newtrade, Sr. Einhart Jácome da Paz, ao Sr. Marcos
Valério, seguindo orientação do Sr. Delúbio Soares, terminando aí a
minha participação. Os detalhes estão explicitados na minha Carta de
Demissão e na Nota do Ministro Ciro Gomes à Imprensa, divulgadas no
site do MI nas datas de 2 de agosto e 3 de agosto, respectivamente.
Conforme esclarecimento prestado pelo Sr. Marcos Valério, em
depoimento na CPI do Mensalão, na tarde de hoje, fui apenas um
contato, não tendo sido repassado para a minha pessoa valor algum.

O importante, daqui para a frente, será esclarecer devidamente meu
envolvimento junto aos órgãos encarregados da apuração dos fatos,
para que os relatórios finais venham a me fazer justiça.

Mas o objetivo aqui é me despedir, esperando que voltemos a trabalhar
juntos no futuro.

Sou profundamente grato à vida por ter tido a oportunidade de prestar
um serviço público ao lado de tanta gente valorosa, dedicada e
responsável. Levo daqui, e do contato com outros ministérios,
lembranças de momentos inesquecíveis de tarefas executadas em
equipe, com excelentes resultados.

É possível chegar ao final de 2006 com um rol de realizações, a ser
mostrado com orgulho, e tenho certeza de que todos continuarão
motivados pelas metas.

Estarei em Belo Horizonte, à disposição de todos, em meu telefone
pessoal (31) 3295-6774, podendo a chamada ser atendida por caixa
postal caso haja dificuldade de acesso, ou através do email
marcioalacerdauol · com · br.

Obrigado a todos que me enviaram ou tentaram enviar mensagens de
solidariedade. Aos que se preocupam, posso dizer que estou de moral
alto, tranqüilo, sem rancor e com a convicção do dever cumprido. Saio
com a consciência limpa, levando a honra de ter servido ao lado de
todos vocês.

Muito obrigado.

Marcio A. de Lacerda
Fim do conteúdo da página